12 de nov de 2012

Consumo e Tratamento de Água no Mato


Independentemente da atividade a ser realizada a água é um item fundamental e indispensável, o seu consumo em quantidades adequadas é importantíssimo para garantir um bom estado de saúde, porém a água pode ser a fonte de doenças que podem levar a morte sobretudo em uma situação de sobrevivência, ou mesmo em uma atividade com recursos e tratamentos inadequados.

Esta matéria tem como objetivo explicar alguns cuidados que devemos ter com a água que vamos consumir, seja ela obtida de vertentes, lagos, rios ou mesmo da chuva.

Não importa se só praticamos atividades no mato, só pescamos, enfim seja o que for, saber como tratar a água é fundamental.

Um senso comum diz que água cristalina é boa para beber ou água corrente também é limpa a questão é que isso pode ou não ser verdade e o porque disso eu explico.

Mesmo a água da chuva ao cair pelas árvores e suas folhas esta água pode se contaminar com fezes de animais, restos em decomposição etc.

De uma forma geral na água podemos encontrar partículas em suspensão, elementos químicos indesejáveis ou micro organismo que podem causar alguma doença.

A questão é como realizar uma filtragem a fim de obter uma água límpida e própria para o consumo.

Como dito a primeira preocupação das pessoas geralmente é quanto a cor da água da água, e isso muitas vezes é o menor dos problemas, a cor da água esta relacionada a vários fatores, porém o exemplo mais comum são águas barrentas, o que temos na verdade são pequenas partículas em suspensão, e um mode de resolver isso é realizando uma filtragem mecânica para isso basta utilizar um pedaço de pano por exemplo, uma camisa, calça, bandana enfim, o próprio solo com a vegetação faz esta filtragem, um bem exemplo é aquela experiencia onde mostramos as crianças como sai a água que passa por pedras, solo arenoso e um solo com vegetação.


Outro fato seria elementos químicos indesejáveis, neste ponto precisamos de uma filtragem química é aqui que aparece o uso do carvão, mesmo ele não sendo ativado, o carvão ativado é tratado com oxigênio para fim poroso o que melhora a absorção de elementos químicos, porém em um caso de sobrevivência ou necessidade podemos utilizar o carvão de nossas fogueiras, porém é importante ressaltar que o carvão não vai absorver todas as impurezas, e muitos compostos químicos sequer são absorvidos pelo carvão. Pre supondo um local sem contaminantes químico dificilmente teremos problema neste quesito com a água.


O terceiro fato e o qual seria de maior preocupação, é a respeito de microrganismos que podemos encontrar na água, e existe alguns métodos que podemos utilizar para eliminar tais organismos indesejáveis os quais podem nos adoecer.

O método mais simples e primitivo porém não menos eficiente seria com a fervura da água, a qual ainda é utilizada em vários locais do mundo. Consiste basicamente em eliminar os microrganismos através da elevada temperatura da água, para isso acondicione a água em algum recipiente metálico, lembrando que podemos ferver a água em sacos plásticos co o auxílio de pedras deixadas na fogueira e também com garrafas de plastico na falta de recursos. Após fervida a água devemos aguardar que a mesma resfrie e fazer a sua oxigenação, que consistem em agitar a água passando de um recipiente a outro por exemplo.



Outra maneira para tratar a água é com a utilização do cloro, a qual alias existe sempre uma discussão de qual utilizar, vamos resumir aqui cloro é cloro seja a forma líquida da água sanitária, ou em pequenos comprimidos, cada um tem sua medida e deve ser usada conforme o indicado. O tratamento com cloro pode ser feito com comprimidos que vem para tratar 1l, ou 10litros geralmente, ou usando hiplocorito, ou seja água sanitária, esta por sua vez deve ser se nenhum produto perfume etc. Normalmente a indicação pela Organização Mundial da Saúde é de 2 gotas por litro, lembrando que segundo a ANVISA cada mililitro tem me média 20 gotas, via este método a vantagem se torna pois é muito barato em comparação aos comprimidos e é de fácil acesso. Após pingar o cloro ou colocar o comprimido na água deve-se esperar 30 minutos antes do consumo.

Outro meio de tratamento é utilizar tintura de Iodo aplicando 2 gotas para cada litro, porém este método costuma ser o menos utilizado sobretudo também por dar gosto a água.

De forma geral o tratamento da água é importantíssimo para evitar doenças, e o consumo da água é fundamento e não se restringe a 2l por dia, isso pode variar muito dependendo da atividade executada. Sempre é bom carregar água conosco quando vamos pescar e/ou adentrar o mato garantindo um suporte e segurança até chegarmos ou encontrarmos uma fonte de água.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...