5 de nov de 2011

Aumentando o desempenho das carretilhas

Cada pescador tem seu conjunto de características que o define, cada um ao seu estilo e modalidade de pesca.

Mas todo pescador sabe, que alguns metros de arremesso a menos pode significar consequentemente poucas ações, por exemplo na pesca de praia, para atingir os canais, nos PP para atingir o meio do tanque onde estão concentrados os peixes ou na pesca com artificiais para atingir uma galhada.

Uma boa técnica de arremesso aliada a equipamentos equilibrados é fundamental no sucesso, entretanto alguns cuidados e ajustes, aumentam a distância de arremesso.

Considerando que o conjunto esta equilibrado, e o pescador tenha desenvolvido uma boa técnica de arremesso, segue alguns detalhes que podem e devem ser levados em consideração.

Começando pela linha, uma linha de qualidade é sem dúvida uma boa opção para melhorar o arremesso, e sua manutenção é fundamental. Hoje em dia a utilização de multifilamento é em grande escala, entretanto estas linhas costumam ficar a medida que a pescaria se prossegue, encharcadas de água, aumentando o seu peso e dificuldade na liberação do carretel.

A melhor maneira de contornar este problema é com a utilização de silicone em spray, ele é inerte e não provocara mudança na taxa de capturas e mais ele expele a água da linha e a lubrifica, fazendo com que o arremesso seja mais suave, sem trancos aumentando a distância do mesmo ao facilitar a saída de linha.

Costumo andar com um silicone em spray junto com os equipamentos, passo na linha antes de pescar, utilizo durante a pescaria, e depois da pescaria terminada com a linha seca, também faço uso do mesmo.


Lembre-se que nós na linha ao passar pelo devanador da carretilha provocam "trancos" que diminuí a distância do arremesso.


Agora uma parte importante é quanto a lubrificação da carretilha, que deve ser adequada, com lubrificantes de qualidades e de uso indicado para este fim.

Atenção aos rolamentos, especialmente aos que dão sustento ao eixo do carretel, eles não devem estar enferrujados, avariados etc, caso esteja desta maneira a melhor opção é troca-los, lembrando que podem ser substituídos pelos cerâmicos de alta rotação, mas via de regra cada rolamento destes cerâmicos não sai por menos de 70 reais.

Jamais utilize WD-40, desengripantes ou qualquer outro anti ferrugem, estes materiais dissolvem todo o óleo e graxa, e prejudicam o equipamento a longo prazo, só devem ser utilizados para LIMPEZA na manutenção, depois disso o rolamento/ engrenagens devem ser bem lavados e lubrificados de forma adequada.

A melhor opção para manutenção dos rolamentos é realizar de tempos em tempos uma limpeza completa, aplicando solventes para retirar todo o óleo, fazer uma boa lavagem com água e sabão, secar adequadamente e adicionar uma gota de óleo fino próprio para este fim, pode ser utilizado alem dos óleos finos de marcas consagradas na pesca, também óleo para "motorzinho" de dentista.

A cada duas ou três pescaria é aconselhável aplicar novamente uma gota de óleo, visto que a medida que o lubrificante é menos viscoso, maior a facilidade com que saí do rolamento. Nunca aplique graxa nos rolamentos das carretilhas de arremesso.




Um detalhe que poucos pescadores dão atenção é nas bordas do carretel, este fica em contato com o chassis da carretilha, consequentemente é um ponto de atrito, por isso costumo passar com o dedo mesmo na borda do carretel e no chassis um óleo mais viscoso "tipo singer" que ajuda a diminuir o atrito.

Utilizando estas dicas é certeza de haver aumento na distância dos arremessos, comprovado na prática.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...