10 de mai de 2011

Piraputanga assada no papel alumínio



Esta receita é muito simples e rápida, pode ser feita no forno, churrasqueira a carvão ou elétrica.

Além do mais pode ser feito com o peixe da preferência de cada um, não só o o peixe, o mesmo vale para o tempero a ser utilizado.

Primeiro de tudo, limpe bem o peixe, porem não retire as escamas.

Como tempero foram utilizados os seguintes itens:



Sal grosso
Pimenta
Laranja
Açafrão
Orégano

Misture todo o tempero em um vasilhame e reserve.

Antes de temperar o peixe, faça um corte dentro dele, rente a coluna, para o tempero penetrar mais.




Temperado o peixe, vamos enrolar o papel alumínio, é aqui que entra uma dica que várias pessoas desconhecem.

Muitas pessoas tem dificuldades com o papel alumínio pois alegam que ele gruda, para resolver isso é muito fácil, é só untar todo o alumínio com óleo(particularmente prefiro o azeite do que o óleo de soja).




Feito isso, colocamos o peixe na grelha ( no caso da churrasqueira ) e levaremos ele para assar, não se esqueça de tempo em tempo virar o lado do peixe.




Agora existe um pequeno detalhe para os peixes feitos desta forma, no alumínio.

Alguns peixes possuem bastante gordura, como é o caso do pacu, já a matrinxã em comparação tem muito pouco.

O que acontece é que o peixe feito desta forma, fica com a carne bem suculenta, "molhada" , mas se o peixe tem bastante gordura, pode fazer este ficar desagradável para o consumo, então a melhor opção é que depois de assado no alumínio, este seja retirado e o peixe fique mais alguns minutos na churrasqueira/forno, com a barriga para baixo, afim de escorrer a gordura em excesso.

No foto abaixo o alumínio já foi retirado depois do peixe pronto.




Depois de pronto é só separar para servir.




Como a escama não foi tirada, a carne saíra facilmente da pele, e ainda como a carne esta bem suculenta, é possível tirar todos os espinhos sem nenhuma dificuldade.


Um comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...