18 de jan de 2011

Bolinho de Bagre



Esta é uma receita "caipira" e deliciosa, vai bem a qualquer hora do dia, na hora do café da manhã ou da tarde por exemplo.

Ela não é tão complicada, mas exige atenção, pois depois de um ponto é necessário ir fazendo duas coisas ao mesmo tempo, dando atenção a massa e a carne, por isso se estiver em duas pessoas facilita o processo.

Ingredientes - ( listados tanto para o preparo do peixe como o da massa)

Tudo deve ser usado de acordo com a quantidade a ser feita, um dos passos importante para um bom bolinho, é tanto recheio como massa ser bem temperado.

Bagre (tamanho a escolher)
Farinha de milho amarela
Farinha de milho branca
Polvilho azedo
Batata
Cebola
Alho
Manjericão
Alfavaca
Cebolinha
Salsinha
Pimenta
Folhas de louro
Sal

Vamos ao processo, que novamente ressalto, prestem atenção aos passos duplos, entre massa e recheio.


Primeiro de tudo vamos ao bagre, basta escolher um de tamanho adequado a quantidade de bolinhos que será feita.






Para facilitar todo o processo o peixe deve ser cortado em postas, como mostrado na foto.






Na foto a baixo ele já todo cortado, só não utilizaremos a cabeça.






Passo importante, escolhido o bagre, limpo, vamos levar a uma panela grande, que caiba todo ele.

Vamos primeiro dar uma leve fritada no peixe, coloque um pouco de óleo na panela e deixe esquentar, enquanto isso, temos que salgar o peixe, e colocar um pouco de pimenta do reino e levar para fritar.






Após ficar um pouco dourado, vamos adicionar água até encobrir todo o peixe, adicione as folhas de louro.






"A partir deste ponto atenção, pois serão feitas algumas coisas ao mesmo tempo."

Em uma panela de pressão coloque as batatas para cozinhar, sem tirar a casca, elas saem facilmente depois de cozidas, sem desperdício nenhum.

Enquanto cozinhamos as batatas e o peixe, vamos adiantar alguns processos, pique a cebolinha, salsinha, manjericão e a alfavaca.





Também em outro recipiente vamos picar a cebola bem fininha.






Cozinhado o peixe, retiramos ele da panela, e reservamos a água.







Agora vem uma parte "chata" e meio dolorida rsrsrs, o peixe tem que ser desossado,  temos que tirar as suas espinhas, nadadeira e o couro estes não terão uso algum, o peixe esta quente, CUIDADO.
Uma boa dica é deixar ele esfriando um pouco, enquanto retiramos as batatas e as descascamos, basta descascar em baixo da água da torneira, para não queimar a mão.






Com o peixe já desossado, vamos refogar com o tempero.
Em uma panela coloque óleo e refogue o alho já moído no pilão, com pimenta e sal caso necessário.






Agora é só colocar o peixe, e dar uma refogada com o tempero sem esquecer de colocar cebola cortada em quadradinhos bem pequenos.







Feito isso é só colocar o peixe em uma travessa, colocar um pouco de cheiro verde, um pouquinho de manjericão e alfavaca e por fim reservar.






Agora vamos começar os preparativos para finalizar a massa.

A água que reservamos onde o peixe foi cozinhado, será usada agora, vamos temperar adicionando, pimenta, a cebola que foi cortada fininha, alfavaca, manjericão, salsinha e cebolinha. Tudo isso feito ao fogo.

Enquanto a água ferve, vamos espremer as batatas em uma outra travessa.






Em uma bacia grande vamos colocar a farinha de milho branca e amarela, e um pouco de polvilho azedo, que vai garantir maior crocância nos bolinhos.






Misturando bem, vamos colocar também o cheiro verde, e a água temperada, já fervida.






Depois de mexer bem, colocamos a batata e misturamos até ficar homogênea, atenção depois de pronta a massa ela não pode esfriar senão vai "desandar" e não será possível fazer os bolinhos, para evitar também a perca de calor enquanto é embolado os bolinhos, coloque um pano, ou papel toalha sobre toda a massa.






Para embolar os bolinhos, devemos untar a mão com óleo para facilitar o processo, eles devem ser feitos de acordo com a preferência de cada um, como podem ver na foto estes são de tamanho bem grande.






Ao colocar eles na bandeja, um cuidado importante é não mexer mais da posição que foi colocada, agora só se mexe se for para sair dali para a panela.






Uma dica importante, umedecer um pouco um guardanapo e cobrir as bandeja, e em hipótese alguma deixar cair água sobre eles.

Depois disso é só fritar e saborear.






Um agradecimento especial ao meu pai que sempre esta pronto a ajudar e ensinar em tudo, devo muito a ele, graças a ele também, esta receita foi realizada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...