8 de abr de 2010

Explanação Sobre Como Trabalhar as Iscas Artificiais



Esta é uma grande questão amigos, para ser sincero é uma das perguntas mais feitas a quem começa a praticar a pesca com artificiais.

Muitos iniciantes imaginam isso como algo muito complicado, mas a verdade é bem diferente.

Algo que devemos entender como já disse antes, devemos ser bons observadores, para estar atento as condições do dia assim como os peixes estão se comportando etc.

Onde quero chegar é o seguinte, independente do tipo de iscas a serem utilizados, todas traz algo bem básico em seus trabalhos.

O trabalho das iscas podem ser simplificados entre toques com a ponta da vara para cima ou para baixo e alternar a velocidade de recolhimento, com paradinhas, recolhidas rápidas e lentas enfim.

Para todas as iscas que utilizamos a combinação destes trabalhos entre vara e recolhimento dão as mais diferentes "vidas" a cada artificial utilizada.

Porem não se resume só a isso, agora vem a grande "sacada", por isso que  o pescador independente da modalidade de pesca tem que ser um observador.

Cada peixe tem sua característica, alguns mais agressivos outros menos, cada local tem sua peculiaridade, pode ser mais "sujo" com diversas estrutura, lugares com mais pedra, outros mais limpos.

Então através disso já selecionamos os padrões de iscas a serem utilizadas, alem do mais o trabalho a ser feito, muitas vezes o peixe esta caçando assim a coisa fica mais fácil, pois o peixe ataca a isca vorazmente sem grandes esforços por parte do pescador.

Outras vezes o predador pode estar farto de alimento, ai é hora de trabalharmos as iscas de forma mais provocante, alem de arremessar mais de uma vez em um mesmo local, afim de "irritar" o peixe e ele atacar a isca por defesa de seu espaço.

Muitos são os detalhes, mas com o tempo o pescador vai englobando isso a seu estilo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...