2 de fev de 2009

Conhecendo as Carretilhas e Aprendendo a Arremessar pt2




Esta matéria traz vários detalhes sobre as carretilhas, detalhes importantes os quais muitas vezes passam despercebidos, sendo fundamentais para uma boa pescaria com as carretilhas.
A carretilha, é um equipamento incrível, porem muitas pessoas não a utilizam de maneira correta.

Ela dispõem de algumas regulagens, que por sua vez são extremamente uteis, em diversos casos, especialmente aos iniciantes.

Devido a falta de conhecimento das pessoas sobre elas daí vem a famosa história que carretilha só serve para dar cabeleira que são muito complicadas.

Porem a história não é bem assim.
Algumas partes e recursos que devemos conhecer:

Distribuidor ou devanador

É o local onde se passa a linha que sai do carretel, ele tem a função de distribuir uniformemente a linha no mesmo.

Em carretilhas de pesca muito pesada, ou até mesmo em carretilhas modificadas para surf casting não temos este acessório, devido ao risco de quebra em caso de grandes peixes, ou pelo atrito que gera diminuindo o arremesso no caso do surf casting.

Então a distribuição de linha é feita com o dedão da mão que segura a vara.



Botão de desarme do carretel

É o botão que se pressiona para destravar o carretel, quando vamos lançar a isca.

A partir do momento que ele é pressionado o carretel fica livre para girar, por isso para arremessar, devemos segurar o carretel com a ponta do dedo, e com o meio dele pressionar este botão, sem soltar o carretel.




Botão de ajuste Mecânico

Ele é o responsável pela regulagem do freio mecânico. É um botão de rosca, que fica ao lado da estrela do drag.

É com ele que se regula a carretilha antes de fazer o arremesso, baseando-se no peso da isca, se existevento contra etc.

É ele que faz com que o carretel gire mais solto ou mais travado.



Para aqueles que estão iniciando na pesca com carretilhas aconselho a fazer a seguinte regulagem.

Após montado todo o equipamento, levanta a vara na altura do ombro, fecha-se o freio ao máximo e destrava o carretel.

A isca ficara parada na ponta da vara, devido ao carretel estar travado, assim deve-se ir soltando o freio devagar, até que a isca comesse a descer de forma vagarosa, e ao tocar na água pare seu movimento.

Os arremessos serão  mais curtos, porem a chance de ocorrer cabeleira será bem menor.

Claro que com  treino, experiência deve-se ir soltando mais o carretel, e assim conseguir arremessos mais longos.

Existe também o Freio Magnético e o Freio Centrífugo destinados a ajudar também no arremesso.

Para os pescadores que estão iniciando pode ser o caso de deixar no máximo o freio e diminuir com o tempo, até achar uma boa regulagem.


Freio Magnético

Os imã ficam grudados na tampa lateral, eles ficam na tampa oposta a manivela, assim como o botão responsável para a regulagem dos mesmos

A medida que se mexe no botão, a distância dos imã em relação ao carretel é alterada, ou seja, quanto mais próximo de 10 estiver a regulagem, mais perto estarão os imã e consequentemente mais preso o carretel, e vice e versa,



Freio Centrífugo

Algumas carretilhas vem com freios magnéticos, outras com centrífugo, e algumas combinam os dois sistemas.
Funciona do mesmo modo que os imã. Este tipo de freio também é acionado hora do arremesso.

Variando de carretilha, também varia o numero de buchas que compõem este sistema, sendo normalmente 2,4 e 6

São eixos radiais presos ao eixo central do carretel.
Nestes eixos são colocados pesos ou seja as buchas.

No arremesso, com o alto giro do carretel, estes pesos são jogados contra uma calota e por atrito vai freando o carretel controlando a saída da linha.
Isso se deve a diferenças de aceleração centrípeta e tangencial que não vem ao caso aqui, pois é puramente Física.

A esquema de regulagem pode-se fazer como no caso dos imãs de inicio fechar tudo e ir abrindo as buchas.
exemplo com 4 buchas, de inicio tudo fechada, depois 3, depois dois...

Para mudar a regulagem é necessário abrir a tampa lateral, quanto mais longe as buchas do carretel, mais o freio estará fechado.




Drag

Para acessar este mecanismo bata mexer na estrela do drag que fica atrás da manivela, onde ela aumenta ou diminui o drag ( fricção ).




Exemplo padrão de regulagem :

A regulagem varia de acordo com a linha ou com o tipo de pescaria.
É considerado como ideal regular em torno de 1/4 a capacidade de resistência da linha, ou seja, quando uma linha tem resistência para 20kg, basta regular a fricção em 5kg.

Realizando a Regulagem -> Com a ajuda de aluem, engate o anzol em uma balança pequena e comece a puxar a vara vagarosamente.
O ponto em que a linha deve começar a ser liberada da carretilha deve estar próximo de 1/4 da resistência da linha.
Tomando como exemplo a linha de resistência de 20kg, a balança deve marcar 5kg

Se a linha for liberada antes de 5kg, a fricção está muito aberta., e vice e versa.

Ex.:
Resistência da linha = 40kg
Regulagem da fricção =1/4 = 10kg

No vídeo abaixo mostrou como colocar a linha corretamente na carretilha.



Agora segue o vídeo de demonstração de como arremessar, no caso esta sendo executado o Over Head Casting.
Espero que ajude a todos, usando as dicas de regulagem que passei acima, e com este vídeo demonstração, todos poderão pescar sem medo com carretilhas.

6 comentários:

  1. Obrigado Diego SM, o seu post foi de fundamental importância para esclarecer algumas de minhas dúvidas.

    Ivo Leonardo
    ileonardo76@gmail.com

    ResponderExcluir
  2. e outra gente pra poder treinar dou uma boa dica tentem arrumar uma linha de pesca ben ruin coloque ela na caretilha ai cortew um pedaço de cabo de rodo ou vassoura coloque nela um prego em forma de v em um dos extremos ele vai parecer uma isca artificial (OBS: O pedaço de cabo de rodo deve ter o peso aproximado de uma isca artificial ai seguindo as dicas de nosso amigo Diego Sm voce terá bons resultados kuando ja tiver bom tire a linha ruin coloque uma linha de boa qualidade com expessura apropriada para a carretilha e boa pesca

    ResponderExcluir
  3. obrigado pela dica mas como eu faço para regular a fricção sem uma balança

    ResponderExcluir
  4. Vlw pessoal.

    Seguinte sobre regular sem uma balança, vai no "olhometro".
    Coma mão puxa a linha e procure uma regulagem intermediaria, daí na hora com a briga com o peixe se acha que esta muita apertada solte, e vice e versa

    ResponderExcluir
  5. Sou um iniciante no manuseio com carretilhas, as dicas foram de grande valia, vou tentar aplicálas na prática. valeu.

    ResponderExcluir
  6. Muito boa as dicas!!!Parabéns.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...